A Vigilância Sanitária de Paranatinga, a 328 km de Cuiabá, constatou diversas irregularidades na Cooperativa da Bacia Leiteira que foi interditada e a sua administração devolvida ao município. O laticínio foi construído pela prefeitura e entregue à cooperativa no ano passado.
Uma das irregularidades encontradas pela Vigilância Sanitária diz respeito à máquina de pasteurização e a de embalagens. Ambas estão com defeito, o que estava prejudicando a qualidade final do produto. O poço artesiano foi encontrado com a água inadequada para uso e os fiscais ainda acharam animais mortos próximo ao local.

Durante reunião entre o prefeito Vilson Pires e membros da cooperativa ficou decidido que a gestão do laticínio seria repassada à administração pública. O prefeito anunciou hoje pela manhã que vai à São Paulo buscar solução para os problemas dos maquinário que foram adquiridos recentemente e não estão funcionando de forma correta. A expectativa é de que o laticínio volte a funcionar em 30 dias.

Em coletiva de imprensa, o prefeito disse hoje (17) que a Vigilância Sanitária vai passar a fiscalizar de 15 em 15 dias as instalações para evitar situação semelhante.

O prefeito havia estabeleceu o prazo de 01 ano de isenção para que a Cooperativa pudesse trabalhar, mas devidos as dificuldades encontradas a prefeitura resolveu assumir o controle do laticínio. (com Paranatinga News)

http://feeds.feedburner.com/blogdasandracarvalho
0 0 votes
Article Rating
Se inscrever
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments