Representantes do Sindicato dos Médicos do Estado de Mato Grosso (Sindimed-MT) viajam à Rondonópolis nesta sexta-feira (03). Eles vão se reunir com profissionais do município, às 18h30, no auditório do Hospital Regional (HR) da cidade, a fim de debater a implantação de um Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV) dos médicos do Estado
Além disso, os profissionais querem discutir a contratação do Instituto São Camilo, Organização Social de São Paulo, para gerenciar o HR da cidade, bem como a regularização e melhorias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). “Nosso papel, como categoria, é participar ativamente das decisões do gestor público. Assim, podemos melhorar as condições de trabalho e atendimento à população”, pontuou o presidente do Sindimed-MT, Edinaldo Lemos.
Outro tema que deve ganhar destaque nas discussões é a demissão em massa dos ortopedistas do Hospital Regional de Rondonópolis, ocorrida em março deste ano. A situação fez com que o Governo do Estado firmasse um contrato de mais de R$ 2 milhões com o Hospital Santa Rosa, em Cuiabá, com o intuito de fazer a fila de cirurgias ortopédicas andar. Ocorre que o valor pago por cirurgia à unidade equivale a 10 vezes a Tabela do Sistema Único de Saúde (SUS)
http://feeds.feedburner.com/blogdasandracarvalho
0 0 vote
Article Rating
Se inscrever
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments