A Prefeitura Municipal de Cuiabá já investiu milhões de reais na chamada operação “tapa buraco”, um paliativo que não resolve o problema. Constitui-se, na realidade, numa prova cabal da má gestão do dinheiro do contribuinte.

No ano passado, um vereador de Cuiabá tentou emplacar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar o que a operação “tapa buraco” vinha realmente fazendo, já que tem se mostrado ineficiente, não funciona, porque o dinheiro acaba “escorrendo pelo ralo”, devido à má qualidade da matéria prima utilizada pelas empresas contratadas. Contudo, o edil acabou desistindo de sua proposta. Ainda não se sabe qual seria a razão.
Decepcionada com a administração municipal, a população questiona a nova operação “tapa buraco” que a prefeitura deflagrou, com o dinheiro do contribuinte. Os moradores de bairros estão “de olho” na qualidade dos serviços e adiantam que estarão acompanhando todo o trabalho.
Silvana Coimbra, 38, moradora do bairro Araés, exige mais respeito do prefeito para com o contribuinte, que paga os impostos e vê o seu dinheiro “indo pelo ralo” com essa operação “tapa buraco”, com milhares de pontos que já foram “tapados e retapados” (sic) sem ter resolvido o problema.
José Moura, radicado há 20 anos no Araés, diz que nunca viu uma situação como essa. Ele critica o prefeito Chico Galindo, indagando: “será que o prefeito não acompanha essa tal operação “tapa buraco? Ou ele não está nem aí para a população?”
Os buracos estão em todos os lugares, nas ruas e avenidas centrais, com maior intensidade nos bairros. A população é unânime em afirmar que se o material utilizado nesta operação “tapa buraco” for o mesmo das anteriores não suporta a primeira chuva ou o tráfego em 160 dias.
Vale salientar que a cidade tem buracos históricos, em todos os bairros, muitos deles em avenidas asfaltadas recentemente, como a avenida das Torres, de onde vem sucessivas reclamações. Não há bairro em que não haja buraco, tanto nos chamados “nobres” (como Jardim Itália), como os periféricos.
Como já ficou provado que essa operação “tapa buraco” da prefeitura não funciona (e isso não é privilegio da administração Chico Galindo), a solução seria o recapeamento asfáltico dos trechos críticos. Porém, com produtos de qualidade. Ou Cuiabá vai continuar com seus “históricos” buracos, antes e depois da Copa 2014. (Carony Portugal/Segurança em Debate)

http://feeds.feedburner.com/blogdasandracarvalho
0 0 vote
Article Rating
Se inscrever
Notificação de
guest
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Cleide
9 anos atrás

E pessoal ta certo o jeito e colocar a foto do Chico Galindo em cada buraco que tem na rua quem sabe assim ele fica esperto e resolve os problemas dos buracos