O grupo de dança Variações levará espetáculo “Senti…” e oficina de dança contemporânea e danças urbanas para o bairro Pedra 90, em Cuiabá, neste mês de dezembro. O espetáculo, que tem o apoio da Secretaria de Cultura de Cuiabá e financiamento do Projeto Fundo 2019, também será apresentado no teatro do Sesc Arsenal.

 

 

No dia 08 de dezembro ocorrerá apresentação do espetáculo “SENTI …” na praça cultural do bairro pedra 90, às 20h. Já no dia 12, no mesmo bairro, será realizada uma oficina de dança contemporânea e danças urbanas no colégio Estadual Professor Rafael Rueda – CAIC, das 12h40 às 16h30. 
 
As ações no Pedra 90 contam com a parceria do Instituto Casarão das Arte, cujo idealizador é Vini Hoffman. As atividades, que são totalmente gratuitas, se encerram no dia 17 com mais uma apresentação espetáculo “SENTI …”, desta vez no teatro do Sesc Arsenal, Porto, às 20h.
 
O objetivo geral deste projeto, de acordo com o diretor, bailarino e coreógrafo Rogério Santana, é produzir um espetáculo de dança e teatro que convide diversos públicos para um encontro com os questionamentos sobre a existência humana, despertando uma mudança de paradigma acerca de seus sentimentos e ações relacionadas ao convívio social.
 
Rogério pontua que a inserção da dramaturgia na dança é uma tendência há muito tempo em expansão. “Porém, nota-se que ainda é um campo pouco explorado no estado de Mato Grosso. 
 
Percebe-se entre as produções locais bastante dedicação à técnica, mas foi por enxergar a necessidade de que a dramaturgia esteja presente também na execução dos movimentos, que o espetáculo “Senti…” iniciou os seus primeiros passos”, relata o bailarino.
 
Nesse contexto e tendo em mente a necessidade de que os movimentos sejam estimulados pelo sentimento de cada bailarino, explica, Rogério Santana, também faz parte do trabalho do Grupo Variações permitir que suas produções alcancem a compreensão do público em geral.
 
“Dentro de uma visão globalizada, não é difícil perceber que a arte muitas vezes acaba sendo compreendida por um número cada vez mais restrito de pessoas, dentre as quais, pode-se destacar profissionais da mesma área ou que tenham um nível intelectual mais apurado”, reflete o diretor.
 
Diante desse panorama e ciente da necessidade em diminuir o grande abismo que separa o público leigo da mensagem que o artista quer passar, é que “Senti…” se estrutura fielmente em seu cerne.
Origem
 
O espetáculo “Senti…” surgiu no ano de 2016, por iniciativa de Rogério Santana, como resultado de suas pesquisas sobre o sentimento como estímulo para o movimento na dança. Para tanto, e com o intuito de desenvolver um trabalho de dança-teatro, o diretor buscou agregar diferentes linguagens da dança a uma trilha sonora com uma profundidade artística necessária para potencializar o trabalho dos bailarinos.
 
Neste sentido, Rogério Santana encontrou nas obras do compositor, músico, cineasta e diretor Oswaldo Montenegro a musicalidade e a poesia que procurava para a montagem do espetáculo. Após um encontro com o próprio Oswaldo Montenegro, conseguiu autorização e apoio para desenvolvimento deste trabalho, incluindo uma carta assinada de próprio punho reconhecendo o projeto.
 
Dessa maneira, o Grupo Variações de Artes iniciou a produção do espetáculo alinhando as pesquisas pessoais em dança, teatro e música de cada um dos bailarinos. Com as obras de Oswaldo Montenegro, o grupo tem alcançado os resultados pretendidos e tem encontrado nelas a fonte de motivação para dar continuidade ao trabalho.
 
Viagem interna
 
As pesquisas para este espetáculo têm permitido aos envolvidos viajar internamente pelos próprios sentimentos através de reflexões sobre emoções que deixaram de visitar por medo, raiva, ou, simplesmente, por quererem esquecer experiências dolorosas. 
 
“A intenção do grupo, e objetivo principal do espetáculo, é fazer com que pessoas em geral se identifiquem com essa incessante busca pela compreensão do que sentem, reflitam sobre vidas que se cruzam e encontrem, quem sabe nesse caminho de volta, a resposta para seus próprios questionamentos.
 
Além de Rogério Santana, estão envolvidos nesse projeto os bailarinos e coreógrafos Jefferson Pires, Luiz Carlos Bezerra e Nanda Hanan, o diretor musical Jair Junior e o produtor Manoel Vieira.
 
Serviço:
08/12 – Apresentação do espetáculo “SENTI …” na praça cultural do bairro pedra 90, às 20h
12/12 – Oficina de dança contemporânea e danças urbanas no colégio Estadual Professor Rafael Rueda – CAIC do Pedra 90, das 12h40 às 16h30
17/12 – Apresentação espetáculo “SENTI …” no teatro do Sesc Arsenal, Porto, às 20h
http://feeds.feedburner.com/blogdasandracarvalho
0 0 vote
Article Rating
Se inscrever
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments