Para o procurador de justiça Edmilson da Costa Pereira, o sistema público de saúde de Mato Grosso é burocrático e precisa de gerenciamento. “Precisa de recurso? Sim. Mas o problema está no gerenciamento”, avaliou.
Poucas horas depois de participar de uma reunião com o governador do Estado, Silval Barbosa, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Geraldo Riva, e os gestores da Saúde do Estado, de Cuiabá e Várzea Grande, Edmilson Pereira disse que, pela primeira vez, entende que há uma preocupação generalizada em busca de uma solução para o caos que se tornou o setor.
O procurador observou que a sociedade não pode mais viver nessa situação de insegurança, com medo de ficar doente e não ser atendido, como vem acontecendo há anos.
O Ministério Público, lembrou, notifica, fiscaliza e propõe ações para determinados serviços, mas cabe aos gestores públicos o gerenciamento. O que acontece em Cuiabá, ou seja, hospitais superlotados, com pacientes no chão, e fila para cirurgias, é reflexo da falência da saúde no interior, ponderou. (Alecy Alves/Diário de Cuiabá)
http://feeds.feedburner.com/blogdasandracarvalho
0 0 vote
Article Rating
Se inscrever
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments