Obra faraônica de hospital numa cidade de 10 mil habitantes
(Foto: Folha de Alto Garças)


A obra faraônica de um hospital no município de Alto Garças, a 366 km de Cuiabá (MT), paralisada há 6 anos por falta de recursos e por sua magnitude, pode ser o maior elefante branco do Estado de Mato Grosso. A ideia genial de construir um hospital de tamanho porte numa cidade de apenas 10 mil habitantes foi do atual prefeito Roland Trentini (DEM). E pior: em gosto de 2004, quatro meses antes de encerrar o seu primeiro mandato, Trentini fechou o único hospital da cidade, que atendeu a população por 40 anos, e em cujas dependências  ainda estão, praticamente jogados, camas, ar condicionado, equipamentos para cirurgia, cilindros de oxigênio etc.

Hospital fechado em 2004, após 40 anos de serviços
(Foto: A.Romeu/Plantão News)

Além de conseguir perder recursos federais de R$ 600 mil (prazo expirado) viabilizados pelo prefeito Júnior Pitucha (PR), em seu mandato de 2005 a 2008, Trentini voltou à prefeitura em 2009, não conseguiu retomar a obra e agora está atrás de dinheiro junto ao Governo do Estado com a alegação de querer concluí-la. Detalhe: um hospital desse tamanho jamais poderia ser construído num município de apenas 10 mil habitantes que não tem estrutura nem para manter as necessidades básicas, cuja arrecadação mensal chega a R$ 1 milhão, sendo que 50% é comprometido com a folha de pagamento e o restante distribuido em obras, educação, promoção social, serviços públicos, repasse a Câmara de Vereadores e custos com o gabinete do prefeito.


No antigo hospital, móveis e equipamentos abandonados
(Foto: A.Romeu/Plantão News)
Agora, ele tenta buscar dinheiro do Estado Como o Governo do Estado anunciou a implantação do Hospital Regional em Alto Araguaia, a apenas 50 km de Alto Garças, fica evidente que a obra de Trentini será mesmo um elefante branco e de custo impagável. 
http://feeds.feedburner.com/blogdasandracarvalho
0 0 vote
Article Rating
Se inscrever
Notificação de
guest
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Danilo Ribeiro
9 anos atrás

A Associação Hospitalar Cristo Rei, antigo hospital do município, foi fechado num ato arbitrário do Sr Roland Trentini que em sua monstruosa vaidade é chegado a faraonismos. Além disso, a gigantesca obra, pelo projeto, nem se trata de "hospital" e sim, de um PRONTO ATENDIMENTO, o que a torna uma aberração ainda maior. Sem contar que o atual prefeito, tenham certeza, em nenhum momento tem intenção de colocá-lo em funcionamento em sua gestão.