Governo anuncia gorjeta de R$ 1,5 milhão para o sofrido Pronto Socorro e R$ 3,9 milhões para hospitais privados
O Governo do Estado anunciou hoje (15) a liberação de R$ 1,5 milhão para o Hospital e Pronto Socorro Municipal de Cuiabá, instituição que há décadas sofre com a sobrecarga de pacientes de todo Mato Grosso por falta de assistência médico-hospitalar no interior compatível. Para hospitais privados, no entanto, a soma chega a quase R$ 4 milhões.
Esse valor será dividido entre o Hospital Santa Helena (R$ 2,5 milhões) e para o Hospital do Câncer (R$ 1,4 milhões). Ambos prestam serviços para o SUS e naturalmente merecem aparte do Estado. Porém, R$ 1,5 milhão para o Pronto Socorro, instituição pública referência em urgência e emergência para Mato Grosso inteiro, praticamente significa uma gorjeta.
O recurso será destinado a criação de 75 novos leitos que estarão lotados imediatamente após serem disponibilizados porque o maior problema do Pronto Socorro é não ter onde internar pacientes cirurgiados.
Para o Movimento Saúde e Democracia (MSD), ao invés de remediar o Pronto Socorro o Governo de Mato Grosso deveria construir um hospital estadual em Cuiabá, com no mínimo 400 leitos.

No dia 26 de fevereiro, sábado, o MSD realizará o fórum “A crise da assistência médico-hospitalar em MT“. O evento terá início às 9 horas no Plenarinho da Câmara Municipal de Cuiabá, centro da cidade, e será aberto a todo aquele que defende o SUS.

 

http://feeds.feedburner.com/blogdasandracarvalho
0 0 votes
Article Rating
Se inscrever
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments