Servidores da Prefeitura de Alta Floresta continuam recebendo cobrança de dívidas que já teriam sido pagas mediante desconto em folha, porém não teriam sido repassadas aos credores. Além disso, há também denúncia de que a Prefeitura estaria cobrando IPTU indevido de servidores e havendo inclusive ameaça de inclusão dos nomes do SPC/Serasa, causando grande constrangimento a essas pessoas.

Humberto Barbosa Sindicato dos servidores Públicos de Alta Floresta (Sispumaf) lembra que no início do ano a assessoria jurídica da entidade acionou a Justiça para defender um servidor que estava recebendo telefonemas da financeira alegando atraso nas parcelas descontadas religiosamente do seu salário.
Na época houve dificuldade para provar que as cobranças estavam mesmo ocorrendo, mas de posse das cartas que estão chegando aos servidores informando a negativação de seus nomes, o Sispumaf se fortaleceu para exigir o reparo do erro e inclusive um posicionamento mais contundente do Ministério Público e da própria Justiça, ambas conhecedores do caso.

Em relação ao Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), um servidor reclama que já fez encontro de contas com a Prefeitura de Alta Floresta, mas ainda assim foi procurado por um oficial de justiça de posse de documentos alegando não pagamento da dívida. Outro servidor está sendo cobrando por não ter para o IPTU de um terreno que nunca foi dele. “Nós, servidores, temos apenas o nome a zelar e não podemos deixar que ele seja manchado por falhas da própria prefeitura”, reage Humberto Barbosa. (com TV Nativa)
http://feeds.feedburner.com/blogdasandracarvalho
0 0 vote
Article Rating
Se inscrever
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments