Na seção ordinária de hoje (21) a Câmara Municipal de Poconé, na Baixada Cuiabana, condenou a Mega operação do Comando Regional II, realizado em Poconé na semana passada. O vereador João Bosco (PMDB) condenou a forma arbitrária como os policiais adentraram em propriedades particulares, sem qualquer mandado judicial, coagindo empresários e trabalhadores.
Segundo o vereador Bosco, as ações da polícia, mesmo que repressivas, quando busca combater a criminalidade, tem que ser aplaudida pelos munícipes e autoridades. “Vemos com bons olhos, por exemplo, as ações de repressão ao trafico de drogas. Porém, a forma arbitrária com o que o Comando atuou, repreendendo e até mesmo ameaçando pessoas de boa índole, como garimpeiros, empresários e trabalhadores, causou um mal-estar na cidade”, frisa o vereador, observando que deve haver diferença no tratamento de um bandido e um trabalhador.
“Não podemos aceitar que pessoas de bem sejam repreendidas em pleno exercício de sua profissão, tratadas como se fossem fora-da-lei”, acrescenta Bosco, avisando que comunicar o fato ocorrido ao governador Silval Babosa, do mesmo partido, como também à Secretaria Estadual de Justiça para que providências sejam tomadas a fim de resguardar a boa relação existente entre a Polícia Militar e a população de Poconé. (com Poconet)
http://feeds.feedburner.com/blogdasandracarvalho
0 0 votes
Article Rating
Se inscrever
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments