Um grupo de 20 lideranças de trabalhadores rurais do Médio Norte de Mato Grosso, representando em torno de 4 mil famílias da região, pediu hoje (06/05) ao senador Pedro Taques (PDT) apoio na luta pela desapropriação da Fazenda Camargo, localizada no município de Nortelândia, a 240 km de Cuiabá.
Liderados pelo presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Agricultura Familiar de Nortelândia (Sintraf), Josafá Santos da Rocha o grupo entregou ao senador um documento onde relatam os possíveis danos causados ao meio ambiente e à vida econômida da região pela Fazenda Camargo (Arrossensal Agropecuária e Industrial S.A.), multinacional detentora de 68 mil hectares, o que representa aproximadamente 62% da área total do município. A propriedade está passando atualmente por vistoria do INCRA de Mato Grosso para fins de Reforma Agrária.
“Com vosso apoio com certeza conseguiremos provar que esse latifúndio é improdutivo e não cumpre sua função social, como determina nossa Constituição Federal. Dessa forma, 4 famílias poderão ser assentadas dentro de um projeto modelo de reforma agrária com infraestrutura necessária e adequada para que a agricultura familiar produza alimentos de qualidade para abastecer Mato Grosso e parte de nosso país”, relata o documento. 
O senador ouviu a reivindicação dos trabalhadores e prontificou-se a fazer um levantamento no Incra da real situação da área. “Vamos nos informar para, dentro da legalidade, buscar os meios existentes para atender o anseio dessas famílias”, ponderou Pedro Taques, acrescentando que se o movimento for pela desapropriação de uma terra verdadeiramente improdutiva, estará ponto a contribuir.
Participaram da reunião representantes de municípios como Nortelândia, Arenápolis, Santo Afonso, Novas Marilândia, Denise, Nova Olímpia, Barra do Bugres, Tangará da Serra, Alto Paraguai, Diamantino e Nova Mutum.
http://feeds.feedburner.com/blogdasandracarvalho
0 0 vote
Article Rating
Se inscrever
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments