Os sem-terra do assentamento Fartura, de Porto Alegre do Norte, região do Araguaia, a 1.141 km de Cuiabá, deixaram a sede do Incra, que fica em São Félix do Araguaia. Eles ocuparam o órgão para exigir o titulo definitivo de posse e mais segurança no local, palco de inúmeros conflitos com posseiros. Nesta entrevista para Vanessa Lima, de O Repórter do Araguaia, dona Hortência Campos chora ao lembrar investidas de pistoleiros e que inclusive já resultou em morte no assentamento. O líder dos sem-terra, João Angélica, diz que espera uma solução por parte do Incra, mas que já está cansado de promessas.
http://feeds.feedburner.com/blogdasandracarvalho
0 0 vote
Article Rating
Se inscrever
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments