Descaso da população e falta de fiscalização: Este é o retrato de espaços públicos, calçadas e ruas em Tangará

A acessibilidade é um direito garantido a todos, porém, muitos tangaraenses não têm esse entendimento e persistem em ocupar suas calçadas com diversos tipos de materiais. Um exemplo claro é o bairro Novo Tarumã, onde, em diversas ruas e até na Avenida das Palmeiras, entulhos e materiais de construção se acumulam sobre as calçadas e em áreas públicas.

De acordo com a Secretaria de Infraestrutura (Sinfra) do município, não é permitido colocar nenhuma espécie de material em passeios públicos. “Materiais de construção não podem ser colocados nas calçadas. Esse tipo de material deve ser colocado para dentro da propriedade de quem está construindo. É proibido por lei e os moradores dos bairros podem fazer a denúncia ao Setor de Fiscalização, na Secretaria de Fazenda. Quanto aos entulhos de construção, deve ser contratado um serviço de caçamba próprio para que sejam depositados e depois encaminhados ao Aterro Sanitário”, salienta o engenheiro civil da Sinfra, Ricardo Vespúcio Nabor.  
A mesma realidade pode ser constatada em diversos bairros tangaraenses, e não só mais distantes da área central. Na Avenida José Ismael do Nascimento, entre a 24 e a 22, no passeio sem calçamento, um amontoado de terra vermelha bloqueia a passagem dos pedestres, que são obrigados a invadir a avenida para trafegar.
Essas construções são, em geral, fiscalizadas pelo setor competente, porém, pela quantidade de locais e ruas em que ocorre esse depósito de materiais e entulhos em Tangará da Serra, não há fiscalização e sim, a falta dela. Mesmo porque, a fiscalização não depende apenas de denúncias para agir.
Voltando ao Novo Tarumã, um futuro morador constrói ou reforma sua casa na Avenida das Palmeiras e utiliza o campinho de futebol da comunidade, em frente à obra, como depósito de areia, terra e pedra. Os entulhos da construção também são jogados ali, contendo diversos pedaços de madeira com enormes pregos de pontas para cima. Não há sequer sinal de caçamba. (Luciana Menoli/Diário da Serra)
http://feeds.feedburner.com/blogdasandracarvalho
0 0 vote
Article Rating
Se inscrever
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments