O entulho virou um risco à saúde dos moradores
(Fotos: Sandra Carvalho)















Conviver ao lado de uma montanha de entulhos neste período chuvoso deixa ainda mais temerosos moradores do bairro Praeirinho em Cuiabá (MT). Uma das preocupações é com o acúmulo de água, favorecendo a proliferação do mosquito transmissor da dengue, já que fica praticamente impossível evitar os criadouros entre a grande quantidade de tijolos e madeiras.

“De que adianta a própria prefeitura cobrar da gente a limpeza dos quintais se ela mesma dá mau exemplo”, comenta a dona de casa Aparecida Cesarina da Silva, que tem cinco filhos e ela própria já contraiu dengue e sabe bem o quanto é complicado se livrar da doença. “Agora aumentou a quantidade de ratos, baratas e moscas. Isso aqui está parecendo um chiqueiro”, diz indignada.
Sobre o nível do rio Cuiabá, já baixou bastante de ontem para hoje, mas não é isso que tem preocupado os moradores. “Hoje, nossa maior preocupação é com essa sujeira, porque somos pobres e nem temos o direito de ficar doente porque além de ser difícil conseguir atendimento na saúde ainda temos que trabalhar e cuidar da casa”, salienta a diarista Francisca de Aquino, que está no bairro há 18 anos.
“Deixaram a gente ficar aqui esse tempão e agora a prefeitura vem aqui e faz esse serviço porco dizendo que está ajudando a nossa comunidade”, critica  ela.

Moradora não recebeu casa
porque não é casada
http://feeds.feedburner.com/blogdasandracarvalho
0 0 votes
Article Rating
Se inscrever
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments