A determinação da Secretaria de Meio Ambiente do Estado (Sema), com base numa recomendação do secretário-adjunto de Transportes e Pavimentação Urbana, Alaor Zeferino de Paula, de impedir o tráfego de veículos pesados em trecho da Rodovia Transpantaneira, em Poconé, ao invés de arrumar a estrada, tem gerado polêmica entre os pecuaristas da região.

O problema, conforme informou uma fonte ao Olhar Direto, é que a pasta de Transportes fez uma recomendação e a Sema acatou como se fosse uma decisão de interdição parcial entre os trechos entre Poconé, posto fiscal e Porto Jofre Pantanal, na MT-060, totalmente destruído pelas chuvas.

Não foi dada alternativa aos pecuaristas. “Quero ver se vão proibir o pessoal da soja de escoar a produção só porque está atolando”, desafia um pecuarista, que preferiu não ser identificado. Ele ainda se diz revoltado com o fato de o superintendente de Fiscalização da Sema, tenente-coronel Paulo Serbija, aparecer de helicóptero na região para exigir que a recomendação seja cumprida.

“Esse dinheiro que ele (Serbija) está andando de helicóptero daria para jogar cascalho aqui e melhorar a estrada. Não tem condições de proibir, pois não tem como tirar o gado tocado, pois há risco de cair nas pontes e de caminhão não pode porque se não vai judiar das estradas. Isso porque não querem arrumar a estrada”, criticou um pecuarista.

Outra reclamação é a sugestão ter sido feita depois que a transpantaneira já estava totalmente intrafegável. “O governo tem que arrumar a estrada ao invés de tomar medidas paliativas”, disse essa mesma fonte. (Poconet)

http://feeds.feedburner.com/blogdasandracarvalho
0 0 vote
Article Rating
Se inscrever
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments