Uma queixa comum nos consultórios dos coloproctologistas, o sangramento anal pode ter diversas causas e todas devem ser investigadas para um diagnóstico mais preciso e que defina se há necessidade de ações urgentes, conforme explica o coloproctologista Mardem Machado, da Clínica Vida Diagnóstico e Saúde.

A perda de sangue pelo ânus pode ocorrer junto com as fezes ou mesmo independente delas. A intensidade pode variar e passar de manchas imperceptíveis no papel higiênico, na roupa íntima, ou até mesmo uma perda significativa de sangue na cor vermelho vivo na água no vaso sanitário.

“A doença hemorroidária é a principal causa de sangramento anal, mas não é a única. Uma coisa importante é saber que a presença de hemorroida não exclui a possibilidade de outra causa para o sangramento”, esclarece Machado.

O médico comenta que várias doenças proctológicas e intestinais podem apresentar o sangramento anal como sintoma, por exemplo, a fissura anal, a fístula anorretal, doenças inflamatórias intestinais como retocolite ulcerativa, doença de Chron, doença diverticular e câncer de intestino.

Mardem Machado ressalta que qualquer quantidade de sangue que seja eliminada pelo ânus deve ser avaliada para um diagnóstico preciso e um tratamento eficaz. Câncer do cólon e do reto devem ser excluídos das razões para o sangramento.

“Esse diagnóstico deve ser apurado especialmente em pacientes com mais de 50 anos e naqueles que apresentam histórico familiar para esse tipo de doença. Caso seja um câncer de intestino, o diagnóstico precoce traz chances reais de cura. É fundamental pesquisar a origem e a causa do sangramento”.

Ao descobrir a idade do paciente, a forma que o sangramento ocorreu, a presença de outros sintomas, doenças, uso de medicamentos e o estado geral, o especialista poderá determinar a necessidade de urgência para melhora do quadro clínico.

Dr. Mardem Machado também integra a equipe do Instituto de Gastro e Proctologia Avançada (IGPA), com sede em Cuiabá.

0 0 vote
Article Rating
Se inscrever
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments