Diante do período atípico que está sendo vivenciado pela humanidade, diante do cenário de pandemia ocasionada pelo novo coronavírus – Covid-19 – o físico, emocional e espiritual pode ser afetado, conforme explica a psicóloga Larissa Slhessarenko Ribeiro.
A especialista diz que fatores como família, boas companhias, atividade física, entre outras, contribuem para o bem estar diante do isolamento social.

“É preciso se reinventar, vivendo um dia de cada vez na busca da harmonia, equilíbrio do que somos, visando acima de tudo o nosso cuidado e dos outros! É necessário nos zelar, nos amar, nos acolher e se respeitar bem como ao próximo, afinal o fortalecimento de valores como empatia e solidariedade, precisam ser vivenciadas”, comenta a psicóloga.

Larissa Slhessarenko explica que quando o indivíduo sentir que há questões fugindo do seu controle, como pensamentos, sentimento e comportamentos, o ideal é buscar auxílio médico ou psicológico.

Para o bem estar, mesmo que a distância, ela indica que esteja sempre em busca de boas companhias, entre familiares e amigos. Se dedicar a hobbies, criar novos hobbies e até mesmo se dedicar a fé, uma religião, pode ocupar o tempo de forma prazerosa, assim como interagir com animais e plantas.

“Nossas ‘defesas emocionais’ estão sendo usadas em alta potência, pois fortes sentimentos estão sendo deflagrados em nossas vidas e isso nos coloca em estado de alerta praticamente o tempo todo”.

Ela comenta que tudo está mudando rapidamente e é necessário ter calma nesse momento de crise. A psicóloga, que integra a equipe da Clínica Vida Diagnóstico e Saúde, de Várzea Grande (MT), explica sobre a importância da atividade física, mesmo que dentro de casa, no quintal ou na varanda do apartamento.

“Sendo muito pequeno o espaço que você se encontra, busque orientação com algum profissional habilitado sobre como fazer algo que lhe ajude por esses dias na condição que está tendo, para que você viva essa situação fazendo um melhor enfrentamento”, orienta a psicóloga.

Apesar de ser uma doença que atormenta o mundo inteiro, Larissa Slhessarenko reforça que as vivencias serão diferentes, pois tudo depende das condições materiais, financeiras, de saúde do corpo e emocional de cada um.

“Fortalecer as emoções e o corpo, é um desafio imprescindível, nesse momento que por si só já é desafiador”, completa.

0 0 vote
Article Rating
Se inscrever
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments