Prof. Luiz Carlos Ferreira

Geo-historiador em Poxoréu-MT
Nas diversas vezes que fui a Cuiabá, ao longo desses últimos dez anos, procurei me hospedar nas imediações do Terminal Rodoviário Engenheiro Cássio Veiga de Sá. Não raras foram as manhãs em que dispensei o reforçado lanche matinal do hotel, pelo cafezinho da ponta de balcão nas lanchonetes daquela rodoviária. Assim tenho feito, só pelo prazer de assistir as partidas e chegadas dos viajantes que dão vida àquele ambiente.

Entretanto, a Cássio Veiga vem – ano após ano – se distanciando da boa prestação de serviços aos usuários, sobretudo dos passageiros.

Com a chegada da Era Digital, não é cabível ouvir – nas ondas das cornetas dum alto falante – as locuções dos portadores de bilhetes para viagem, como em outros tempos anunciavam dessa forma: “atenção senhores passageiros com destino à cidade tal: dirijam-se à plataforma de embarque número tal e tomem seus devidos lugares. Dentro de tantos minutos o ônibus da linha fulana estará de partida. Desejamos-lhe uma boa viagem”. Assim, seqüenciados de músicas bregas, ao propício estilo das eras.

Precisa acompanhar as inovações… Faz-se necessário adequá-la ao moldes das empresas arrojadas – ou, minimamente funcional.

Como achei vexatória a expressão aos berros, no portão de acesso às plataformas, plena madrugada, o motorista convocando possíveis passageiros a tomarem assento, conforme o itinerário “gritado”. Fiquei imaginando que muitas dessas “trombetas” não alcançariam os tímpanos daqueles que, entre uma soneca e roncos de motores chegando e saindo, certamente perderiam o direito de viajar. E porque os assentos ficam à distância das plataformas.

Outros “expedientes” regressivos e tumultuantes, dignos de protestos: A retirada do Caixa Eletrônico do Banco do Brasil ali da rampa; o fechamento do restaurante do pavimento superior; o gramado frontal mal cuidado; os ônibus velhos e barulhentos da TUT… etc, etc.

Por tudo isso, ao contrário dos aparelhos de televisão – impossíveis de serem ouvidos – com programações que nada dizem da capital e do Estado, seria mais apropriada a instalação de Painel Eletrônico com viva voz acoplado ao mesmo (e com LIBRAS!).  

Estou referindo a uma particularidade da Estação Rodoviária Cássio Veiga de Sá (Cuiabá), um dos portais de entrada à Copa de 2014! Os terminais rodoviários do interior, relativamente, estão melhores. Com raríssimas exceções…
http://feeds.feedburner.com/blogdasandracarvalho
0 0 vote
Article Rating
Se inscrever
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments