“São esses mesmos poderes é que concedem enormes privilégios aos grandes proprietários e grileiros do agronegócio. Mas para nós eles fingem que não têm condições? Aqui em Mato Grosso é preciso que esse governo cumpra o que prometeu nas eleições que foi o fortalecimento da agricultura familiar já que até agora  foi só promessa. Estamos cansados de tantas mentiras. Esse abandono da agricultura familiar em Mato Grosso e da falta de assentamentos pode agravar a situação e provocar sérios conflitos e os políticos irão dizer que não sabiam, ou somos nós os culpados”, destaca Antônio Carneiro, da Coordenação do MST em Mato Grosso.
Nesse mês de abril, o MST faz as Jornadas de Lutas em todo o Brasil, para lembrar o Massacre de Eldorado dos Carajás, em que, há 15 anos, 19 sem-terra foram assassinados no Pará. Pistoleiros continuam impunes até hoje. As Jornadas de Lutas também intencionam colocar na pauta do país a urgência da reforma agrária na luta contra as diferenças sociais, que criam nas cidades um problema cotidiano: a violência urbana.
http://feeds.feedburner.com/blogdasandracarvalho
0 0 vote
Article Rating
Se inscrever
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments