As obras de construção do Centro de Educação para Jovens e Adultos -CEJA tiveram inicio no dia 06 de setembro, mas há 3 meses de trabalho os pedreiros paralisaram a obra no dia 15 de dezembro por falta de pagamento, segundo informações repassadas a TV Nativa, os operários não receberam o mês de novembro e no dia 23 de dezembro venceu.
A empreiteira que os contratou os 29 homens que trabalharam propôs aos trabalhadores que pagariam ainda em dezembro o que não ocorreu. Estes afirmam que não querem parar o trabalho, pois dependem do trabalho para a sobrevivência de suas famílias. “Estamos esperando esse dinheiro e ele não sai, é só isso que a gente espera, não vamos parar o serviço pra não dizer que a gente não quer trabalhar, a gente precisa trabalhar, mas também precisa do dinheiro”, falou José Martim Abreu, um dos pedreiros da obra.
Morador de Alta Floresta, Julio Cesar, diz que a placa em frente à obra aponta que o prédio estará pronto em setembro deste ano. Porém, alerta que a meta de abrir a nova unidade do Centro de Educação de Jovens e Adultos (CEJA) não será atingida. “Iniciou em outubro, mas não vai dar tempo. Tem pedreiro indo na obra só para bater ponto.” O projeto é para construção de 12 salas, quadra poliesportiva coberta, laboratório de informática e biblioteca.
Segundo documentos apresentados por Julio, os trabalhadores receberam apenas um contrato feito à mão com a promessa de que teriam o salário. Neste documento, feito no dia 19 de janeiro, o proprietário da empresa, Irineu da Silva Neto, se compromete a fazer os pagamentos de janeiro. Os salários variavam entre R$ 840 e R$ 1,5 mil.
Por causa da paralisação, o morador diz que a população também corre riscos. “Existem caixas abertas de concreto com água, que atraem a infestação do mosquito da dengue.” Ele afirma também, que trabalhadores lotados na obra de Barra do Bugres e Cáceres estão passando pela mesma situação e as unidades escolares estão em processo lento de construção.
Outro lado – O setor de estrutura escolar da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) informa que a empresa Holos será notificada terça-feira (22) por um fiscal, pois já foi alertada verbalmente do atraso. Ela terá 5 dias para retomar a obra, sob pena de ter a licitação suspensa. Desde o início da obra, um repasse de R$ 140 mil foi feito em 3 de dezembro para custeio da obra. Sobre as unidades de Barra do Bugres e Cáceres, Seduc diz que elas serão vistoriadas.
O gerente da Holos Engenharia, José de Arruda, garante que todas obras estão em andamento. “Ficamos parados 10 em janeiro, mas foi por causa da chuva e todos os salários estão em dia.” Com relação aos contratos feitos com trabalhadores disse não ter conhecimento e que somente o proprietário da construtora, Irineu, poderia responder sobre o assunto. Porém, não foi encontrado pela reportagem. (TV Nativa)
http://feeds.feedburner.com/blogdasandracarvalho
0 0 votes
Article Rating
Se inscrever
Notificação de
guest
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Anônimo
Anônimo
8 anos atrás

FLUXOGRAMA DAS METAS DOS 14 SISTEMA: SISTEMAS E METAS S. 01 FAMÍLIA * GERAÇÃO S. 02 SAÚDE * SANIDADE S. 03 MANUTENÇÃO * SUBSISTÊNCIA S. 04 LEALDADE * AMOR S. 05 LAZER * ALEGRIA S. 06 VIÁRIO *COMUNICAÇÃO S. 07 EDUCAÇÃO *SABEDORIA S. 08 PATRIMÔNIO * DOTAÇÃO S. 09 PRODUÇÃO *RECRIAÇÃO S. 10 RELIGIÃO *DIVINDADE S. 11 SEGURANÇA * PROTEÇÃO S. 12 ORGANIZAÇÃO *GOVERNO S. 13 LEIS *JUSTIÇA S. 14 PRECEDÊNCIA * PRESTÍGIO AORGANIZAÇÃO DO HOMEM NA SOCIEDADE ; PESSOAL , GRUPO , COMUNITÁRIO ESOCIEDADE… SOB OS 14 SISTEMAS E METAS SOCIAIS DISCORRA APONTAMENTOSEM CADA SISTEMA E ATINJA AS METAS,… Read more »