O Movimento Estudantil vai entrar hoje pela manhã na reitoria da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) para pressionar a reitora Maria Lúcia Cavali Neder a votar contra as Organizações Sociais (OS) na reunião do dia 6 de abril do Conselho Estadual de Saúde, no qual a instituição tem assento. “Vamos exigir o voto contra as Os, porque a UFMT é instituição pública”, argumenta Lehu Araújo, da UNE. No dia 6 de abril, estará na pauta do Conselho Estadual de Saúde a terceirização da saúde em Mato Grosso. O protesto é uma ação do DCE da UFMT, junto com os Centros Acadêmicos das faculdades da área de saúde (CAs) e a UNE.
http://feeds.feedburner.com/blogdasandracarvalho
0 0 vote
Article Rating
Se inscrever
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments