Na semana do aleitamento materno (01/08 a 07/08), que celebra e conscientiza sobre a importância da amamentação, a pediatra e patologista Natasha Slhessarenko, representante de Mato Grosso no Conselho Federal de Medicina, informa que as mães diagnosticadas com o novo coronavírus (covid-19) devem continuar amamentando seu bebê.

No cenário da pandemia, a especialista informa que já foi descrita a presença do novo coronavírus no leite materno, porém não é impedimento para que a amamentação seja interrompida.

“A mãe não deve deixar de amamentar o seu bebê. Ele deve ser amamentado e a mãe diagnosticada com covid-19 deve usar máscara, lavar as mãos antes e depois de pegar o bebê”, orienta.

Slhessarenko reitera que o aleitamento exclusivo deve ser realizado até o sexto mês de vida, se estendendo até os dois ou mais anos de idade.

“O aleitamento materno garante todos os nutrientes, inclusive a água, que a criança precisa até o sexto mês de vida. Ela pode mamar exclusivamente ao seio materno nesse período para ter o necessário ao seu crescimento e desenvolvimento adequado”, explica.

A médica observa que mesmo em regiões com temperaturas elevadas, como Cuiabá, o bebê não precisa tomar água, pois o leite é o suficiente. Além disso, o leite materno oferece elementos imunológicos, como enzimas, imunoglobulinas e anticorpos que protegem a criança de doenças que a mãe já teve ou foi vacinada. Todos esses elementos são transmitidos pelo leite.

Slhessarenko reforça que o aleitamento materno é imprescindível para o crescimento e desenvolvimento da criança, além disso, os benefícios da amamentação extrapolam os componentes nutricionais.

“Todo o afeto, carinho que a mãe tem ao amamentar são fundamentais para que a criança cresça se sentindo amada, protegida e segura”, completa.

Agosto Dourado

Instituído pela Lei n° 13.435/2017, o mês de agosto é utilizado para realizar ações de conscientização e esclarecimento sobre a importância do aleitamento materno; O dourado, de agosto dourado, está relacionado ao padrão outro de qualidade do leite materno.

A campanha de 2020 tem o tema “Apoio o aleitamento materno para um planeta mais saudável”. De acordo com o Ministério da Saúde, a amamentação é um exemplo das profundas conexões humanas entre a saúde humana e os ecossistemas da natureza.

Por meio da informação, a campanha quer demonstrar o impacto da alimentação infantil no meio ambiente.

0 0 vote
Article Rating
Se inscrever
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments