Celebrado neste dia 05 de maio, o Dia Mundial de Higienização das Mãos reforça a importância do ato que reduz infecções a saúde do indivíduo. Diante do atual cenário de pandemia mundial, ocasionada pelo novo coronavírus (Covid-19), tem aumentado a conscientização sobre a lavagem adequada das mãos, com água e sabão.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), lavar as mãos é um dos principais instrumentos contra epidemias. Mesmo sendo de extrema importância e um ato simples, a higienização das mãos ainda é negligenciada por muitos, conforme esclarece Karine Manfrin, enfermeira e responsável técnica da Clínica Vida Diagnóstico e Saúde.

“Lavar as mãos promove a segurança de todos. É o ato mais eficiente para controlar infecções relacionadas à assistência à saúde e prevenção (IRAS) e previne contra a transmissão de microrganismos”, explica Manfrin.

Enfermeira Karine Manfrin, responsável técnica pela enfermagem na Clínica Vida Diagnóstico e Saúde

A técnica é simples, porém se realizada de maneira incorreta pode se tornar ineficaz, basta molhar as mãos e utilizar sabão o suficiente para que cubra as mãos. Esfregue as palmas das mãos entre si, lave as costas das mãos, entrelace e esfregue entre os dedos e o dedão. Finalizando o processo, friccione as unhas nas palmas das mãos e faça movimentos circulares, esfregue os punhos e por fim enxague as mãos.

“O processo como um todo deve levar em torno de 40 a 60 segundos. Ao final da técnica quando não obter de sensor evite encostar na torneira para desligar, utilize papel toalha para fecha-la”, orienta a enfermeira.

Faça a higienização antes e após o preparo de alimentos e antes de se alimentar também. Antes, durante e após qualquer atendimento ou exposição a pessoas. Por fim, sempre lave as mãos.

O uso de álcool em gel também pode ser utilizado para fazer a higienização das mãos porém para retirada de sujidades água e sabão se tornam mais eficazes.

0 0 vote
Article Rating
Se inscrever
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments