Servidores da Companhia de Saneamento da Capital – Sanecap cruzaram os braços hoje (06/06) em protesto contra a falta de condições de trabalho.

Não há equipamentos para a realização dos serviços e até mesmo uniforme para os funcionários. O presidente da companhia, Aray Fonseca, apresentou no final da manhã um documento onde se compromete a atender as reivindicações, mas como ele não estabeleceu prazos para o cumprimento das promessas, os servidores decidiram manter a greve por tempo indeterminado.
Ideueno Fernandes, presidente do Sindicado dos Servidores da Sanecap apresentou a proposta de Aray Fonseca aos grevistas por volta do meio dia de hoje. “Como o documento não traz prazos para que as reivindicações sejam atendidas, a maioria optou por manter a greve”, informou o sindicalista que volta a se reunir com o presidente da companhia agora a tarde para definir os prazos.
Na verdade, o sindicato da categoria coloca em cheque a gestão da Sanecap, que estaria cada vez mais comprometida desde a posse o atual presidente, Aray Fonseca. Inclusive os servidores fizeram um abaixo assinado pedindo a substituição do médico, ex-secretário de Saúde de Cuiabá.
“Entendemos que precisamos de uma mudança na postura da gestão e para isso pedimos a saída do presidente da Companhia”, relata Ideueno, observando que a má gestão da Sanecap estaria provocando falta de condições de trabalho aos servidores. “Faltam equipamentos para trabalha, peças de manutenção e uniformes”, pontua, o que ainda estaria ocasionando a redução da produtividade dos trabalhadores.  A atual gestão estaria atrasando o  pagamento dos fornecedores e este seria o principal motivo da falta de equipamentos.
http://feeds.feedburner.com/blogdasandracarvalho
0 0 vote
Article Rating
Se inscrever
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments