Cerca de 100 servidores foram até a porta da Secretaria de Saúde de Cuiabá hoje (09/05) pela manhã à protestar contra a série de demissões que o novo titular da pasta vem fazendo nos últimos dias. Os profissionais da saúde não concordam com a forma com os critérios adotados pelo secretário para demitir os contratados e já avisam que se não houver uma repensada essa liberação de pessoal, alguns setores do Hospital e Pronto Socorro Municipal de Cuiabá podem parar de funcionar nas próximas horas.

A redução de equipes no PS, segundo servidores, vai gerar dificuldade para garantir atendimento de qualidade aos pacientes e sobrecarga de serviços, aumentando o estresse e a resolutividade

Para amanhã, está marcado um grande protesto em frente ao Pronto Socorro organizado pelo Sindicato dos Médicos de Mato Grosso (Sindimed) e Conselho Regional de Medicina (CRM/MT). A classe reivindica melhores condições de trabalho e alegam que a reforma feita na unidade já apresenta inúmeros problemas.

http://feeds.feedburner.com/blogdasandracarvalho
0 0 vote
Article Rating
Se inscrever
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments