A síndrome da má absorção intestinal ocorre quando o intestino delgado não consegue absorver determinados nutrientes, como lipídios, vitaminas, proteínas, carboidratos, entre outros. O coloproctologista Mardem Machado, do Instituto Gastro e Proctologia Avançado (IGPA), de Cuiabá (MT), aponta que esta síndrome é um problema pouco conhecido e discutido, mas que merece muita atenção.

Os sintomas da síndrome da má absorção podem causar sintomas que vão de cólicas abdominais a sintomas mais graves, como desnutrição e perda de massa muscular.

“A má absorção pode acontecer em apenas um tipo de nutriente ou pode acontecer com vários. Isso depende diretamente do tipo de patologia que está envolvida na causa do problema”, explica Machado.

O coloproctologista explica que há dois tipos de má absorção do intestino delgado. O primeiro deles pode ocorrer por insuficiência na produção das enzimas digestivas dos sucos digestivos, que são responsáveis pela digestão dos nutrientes, e são produzidas pelo fígado, pâncreas e estômago.

“A digestão é prejudicada quando alguma doença afeta esses órgãos, como obstrução do ducto biliar, deficiência na produção da enzima lactase, gastrite atrófica, pancreatite, etc, pois há diminuição na produção das enzimas digestivas”, esclarece o coloproctologista.

O segundo tipo da síndrome é quando a alteração ocorre na própria mucosa do intestino. Essas alterações podem incluir a doença de Crohn, infecções locais, espru tropical, doença célica, doença de Whipple, retocolite ulcerativa, tumores na região do intestino delgado, entre outras doenças.

Mardem Machado explica que as causas podem ser variadas para o organismo não conseguir absorver os nutrientes. A má absorção de ferro, pode exemplo, pode ocorrer em pacientes que apresentam doença de Crohn, retocolite ulcerativa e doença celíaca.

Pacientes que apresentam obstrução do ducto biliar, doença celíaca, pancreatite e espru tropical podem apresentar a má absorção de gorduras. Pacientes com doença de Crohn, retocolite ulcerativa e acrodermatite enteropática podem apresentar má absorção de proteínas.

Além desses, Mardem Machado ainda cita a má absorção da vitamina B12, causada principalmente pela gastrite atrófica, e também fala sobre a absorção de lactose.

“A má absorção da vitamina B12 pode levar o paciente a um quadro de anemia perniciosa. Além disso, em alguns casos, pacientes que realizaram cirurgia bariátrica também podem apresentar o problema”.

Sobre a lactose, o coloproctologista diz que a deficiência congênita da produção da enzima lactase é a principal causa da má absorção de lactose no organismo, e também pode ser adquirida. Isso pode levar o paciente a intolerância à lactose.

A deficiência congênita da produção da enzima lactase é a principal causa da má absorção de lactose no organismo, e também pode ser adquirida. É uma condição que pode levar o paciente a intolerância à lactose.

O especialista alerta que é necessário buscar auxílio médico. A incapacidade de absorver determinados pacientes pode ocasionar diversos problemas de saúde.

0 0 vote
Article Rating
Se inscrever
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments