Conhecida pela cicatriz no braço direito, a vacina BCG (Bacilo Calmette-Guérin) é obrigatória em recém- nascidos, no Brasil, e é uma das formas mais eficazes de prevenção e redução nas graves consequências da tuberculose. O pneumologista Clóvis Botelho explica que a doença é infectocontagiosa (transmitida diretamente de pessoa para pessoa).

“A melhor prevenção é a vacinação com BCG em nossas crianças, que não deixa de ter a doença, mas não vai permitir que essa criança tenha as formas graves, que são a meningite tuberculosa e a tuberculose miliar”, detalha o especialista.

Dr. Clóvis explica que quando se passa da fase infantil, a pessoa que tomou a BCG pode ser diagnosticada com tuberculose, mas a secundária, que também é conhecida como tuberculose pulmonar. Essa é a forma mais amena da doença.

“A tuberculose é uma doença preocupante porque está ligada à pobreza, aglomeração de pessoas, dificuldades de acesso à saúde, é uma doença mais de cunho social”, comenta o pneumologista Clóvis Botelho.

O médico ressalta que a tuberculose se controlada, ou seja, diagnosticada com a realização de um tratamento efetivo, é possível ter a cura total. Caso o diagnóstico seja feito na fase avançada, com destruição pulmonar, o paciente deve se medicado e pode ser curado, mas terá sofrimento ocasionado pelas sequelas.

“O paciente terá complicações infecciosas, brônquicas, falta de ar, tosse crônica e não é mais a tuberculose, é o que restou do pulmão que ficou lesado pela doença”, explica.

De acordo com o médico, a maioria dos pacientes não apresenta complicações e realiza seus tratamentos em seis meses.

“O que nos preocupa é a tuberculose multirresistente. Ela não é comum, é a exceção. Ela ataca principalmente aqueles que abandonam o tratamento, não tratam no tempo correto. Significa que a doença não foi embora e quando o paciente adoecer de novo, ele volta para o posto de saúde para pegar medicamento e cria-se a chamada resistência. Essa resistência vai aumentando e esse paciente pode passar esse bacilo resistente para outro paciente, e assim por diante”.

Clóvis Botelho explica que em adultos a melhor prevenção é se cuidar, evitar o contato, identificar pacientes sintomáticos e procurar um especialista para um diagnóstico.

“Com relação à pandemia e a tuberculose, naturalmente toda doença pulmonar que a pessoa pega, há piores chances de complicações, inclusive risco de morte. A tuberculose pulmonar está na listagem de fatores de risco para complicações da covid-19. Tuberculose a covid-19 é uma associação explosiva. Nós devemos nos controlar, trabalhar para melhorias dos níveis sociais da população e possivelmente um controle da doença”, alerta o médico.

O Dia da Vacina BCG 

A vacina BCG foi criada no dia 1º de julho (Dia da Vacina BCG) pelos pesquisadores Albert Calmette e Camille Guerin a partir de uma bactéria responsável por desencadear mastite tuberculosa bovina, a Mycobacterium bovis. Sua primeira utilização foi feita em uma criança recém-nascida de mãe que apresentava tuberculose em 1921. No Brasil, ela começou a ser usada em 1927.

0 0 vote
Article Rating
Se inscrever
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments