Elas estão nos mais diferentes e inusitados lugares. Dentro dos corredores do Judiciário, quem poderia pensar em encontrar uma musicista arrojada e apaixonada pelo samba. Em Cuiabá é possível, sim. Bia Scaff é analista judiciária, doutoranda em Estudos da Cultura Contemporânea e está no projeto Mulheres na Roda de Samba.

A pesar dos títulos indicarem grande seriedade, ela os contrapõe com seu estilo de vida leve e simples. Quando não está envolta aos processos e livros, se garante na pescaria e nas pinturas de mandalas em pedra!

No cenário musical, Bia Scaff participou da Orquestra Sinfônica da UFMT, como aprendiz, tocando flauta transversal, e teve Mestre China como professor.

Nas rodas de samba, toca seu pandeiro com todo amor e dedicação. Tanto, que atuou como umas das percussionistas do “2º Encontro Nacional de Mulheres na Roda de Samba – Ano Leci Brandão”.

Essa cuiabana, nascida e crescida no bairro Porto, é uma mulher cheia de conhecimento e estará florindo nossa roda de samba.

Siga https://www.instagram.com/scaffbia/

O projeto

O projeto Mulheres na Roda de Samba reúne produtoras, cantoras, compositoras e instrumentistas. Contemplando pela lei Aldir Blanc, por meio da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), o projeto tem sua apresentação marcada para o dia 08.05 (sábado), a partir das 18h, no jardim do Sesc Arsenal, pelo sistema drive thru, dentro das normas de segurança de enfrentamento à Covid-19 e dos decretos vigentes.

Para conhecer e acompanhar o projeto basta seguir no instagram https://www.instagram.com/mulheresnosambacba/ e curtir no facebook https://www.facebook.com/mulheresnosambacba .

O projeto Mulheres na Roda de Samba conta como apoio da Assembleia Legislativa de Mato Grosso por meio da Assembleia Social e Teatro Zulmira Canavarros, e tem como parceiros a Fecomércio/Sesc Arsenal, BPW Cuiabá e Amo Ervas Produtos Naturais e Fitoterapia.

0 0 votes
Article Rating
Se inscrever
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments