Fotos: Sandra Carvalho

O bairro Praeirinho, em Cuiabá (MT) transformou-se num grande cemitério de escombros desde que a Prefeitura de Cuiabá derrubou parcialmente casas de moradores que viviam em áreas de risco. O entulho não foi retirado e moradores que ficaram no local estão sob risco iminente de contraírem doenças além da baixa auto-estima de vivem  ambiente sombrio. Moscas, mosquitos, entulhos caindo no rio Cuiabá e a certeza do abandono tomam conta do Praeirinho;

O bairro existe há mais de 20 anos e é fruto de invasão. Mesmo em área de risco, a Prefeitura fez vistas grossas à permanência dessas famílias à margem do rio Cuiabá durante muito tempo, até que decidiu transferir algumas famílias para outros locais e para isso contou com a parceria do Governo do Estado. Uma área foi desapropriada no próprio bairro (também inundável) onde 44 casas foram edificadas.
Em fevereiro desde ano as famílias foram transferidas e suas casas derrubadas só que os escombros não foram retirados. O bairro virou um cenário de guerra. Sem entender os critérios usados pela Prefeitura para escolher quais moradores seriam beneficiados, os que ficaram entre os escombros reclamam da sujeira e temem doenças.
“Era para a prefeitura derrubar as casas e logo tirar a sujeira, deixar tudo limpo. Eu fico triste de ver a situação do bairro”, reclama Albino Lopes, de 72 anos, observando que ao longo de todos os anos que vive no Praeirinho sempre conviveu com a ausência do poder público. “Toda a beira do Rio Cuiabá tem construção e só perseguem nós aqui do Praeirinho”, diz ele, enquanto os filhos limpam a sujeira da rua, tentando melhorar o aspecto do ambiente onde vivem.
http://feeds.feedburner.com/blogdasandracarvalho
0 0 votes
Article Rating
Se inscrever
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments