Gastroenterologista e endoscopista Roberto Barreto

Embora ainda seja confundido com a má digestão, o refluxo acarreta um grande impacto na alimentação e na qualidade de vida dos pacientes.  É o que explica o gastroenterologista e endoscopista Roberto Barreto.

De acordo com o especialista, que é o responsável técnico pelo Centro de Endoscopia de Cuiabá (CEC), o refluxo é uma doença digestiva em que os ácidos presentes dentro do estômago voltam pelo esôfago ao invés de seguir o fluxo normal da digestão. Esse movimento é conhecido como refluxo e irrita os tecidos que revestem o esôfago, causando os sintomas típicos como azia, tosse e dor no peito.

O sintoma mais prevalente é a azia que é aquela queimação na região do peito que pode subir até a garganta como explica Dr. Roberto Barreto. Outros sintomas presentes são dificuldade para engolir, náusea, problemas respiratórios (asma, pneumonia), pigarro, tosse, rouquidão, sinusite, dor torácica não cardíaca.

“A ingestão de certos alimentos cítricos, condimentados, gordurosos, café, o fumo e álcool favorecem o surgimento dos sintomas. O hábito de deitar após as refeições ou comer em excesso também podem desencadear ou piorar os sintomas”, ressalta.

Para diagnosticar o problema, são indicados exames como endoscopia com biópsia,  pHmetria esofágica e às vezes manometria. O tratamento envolve, entre outros, medicação, o estreitamento esofágico ou cirurgia.

 

0 0 vote
Article Rating
Se inscrever
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments