O artista plástico Adriano Figueiredo fez uma bela performance
e a Conservatório Dunga Rodrigues execuções super animadas.
A hora do intervalo dentro de uma escola pode se transformar num importante momento de lazer, de troca de vivências e valores, com o resgate da cultura local e suas diversas manifestações. No Colégio Notre Dame de Lourdes, o Recreio Cultural tem essa proposta de transformar o intervalo em uma extensão do processo de aprendizagem vivenciado dentro da sala de aula, porém de uma forma bem descontraída.
Nesta segunda-feira (27/04), o recreio foi colorido com performance do artista plástico Adriano Figueiredo e apresentação musical de alunos do Conservatório Dunga Rodrigues. “Esta é uma das formas encontradas pela instituição para também promover a valorização desse espaço reservado para eles”, explica a coordenadora do Ensino Fundamental II, Dilsane Demogalisri.
Adriano Figueiredo diz ter ficado muito satisfeito pela oportunidade. “A intensão maior é de promover a nossa cultura, de fazer com que as crianças tenham um contato maior com o que é nosso”, observa o artista plástico, comemorando o retorno que recebe dos pequenos estudantes durante suas performances.
“Como trabalho com traços que mais sugerem do que afirmam, acabo estimulando a curiosidade das crianças, que ficam ansiosas para descobrir o que quero transmitir por meio das minhas telas”, acrescenta o artista, que dentre as diversas influências tende mais para o estilo figurativo, com utilização de ícones variados.
As apresentações musicais também despertam muito o interesse das crianças do Colégio Notre Dame, ainda mais em se tratando de apresentações feitas por alunos do Conservatório Dunga Rodrigues, um dos mais tradicionais de Cuiabá.
Edith Barros Seixas, diretora e professora do conservatório, considera de grande importância a participação dos seus alunos em atividades dentro de uma instituição de ensino. “Essas agendas nos dão a oportunidade de levar uma música de qualidade aos estudantes, porque quando a apresentação é feita dentro de uma escola existe todo um critério de seleção das músicas e dos nossos alunos”, frisa.
A diretora ressalta ainda que o conservatório, nestes casos em especial, dá todo o suporte para que seus alunos de música e canto elevem o seu nível  e se sintam mais seguros, fazendo uma apresentação menos amadora e mais profissional, sem tirar o brilho natural daquele que ainda está aprendendo.
“Quando fazemos apresentações não medimos esforços para colocar apoio técnico de todos os profissionais a disposição dos nossos alunos, até para que os estudantes que se interessarem em fazer música ou canto vão estar muito bem assessorados”, conclui a diretora. Participaram da apresentação do Dunga Rodrigues os professores Luiz D’Agosto (violão), Ronaldo Rodrigues (sax), Públio Neto (bateria) e o aluno Pedro Paulo Costa (sax).

http://feeds.feedburner.com/blogdasandracarvalho
0 0 vote
Article Rating
Se inscrever
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments