Autor: Luiz Marchetti
Fotos: Pedro Alves
Fonte: Circuito Mato Grosso

O Hino de MATO GROSSO abriu 2013 na Casa do Parque com a interpretação de VERA CAPILÉ. Foi tocante, bonita mesmo a confraternização das pessoas ali diante das cortinas da galeria que se abriram para nos mostrar o artista Benedito Silva pintando uma tela no canto do salão.  A melhor palavra para descrever esta noite é incentivo, a família do artista, amigos, a imprensa, autoridades e toda a equipe do espaço cultural insistindo no fomento da indústria criativa de MATO GROSSO.

Não se abrem exposições com frequência nesta capital e muito menos no interior do Estado. Podemos contar nos dedos de uma mão quantas mostras de artes visuais foram abertas neste nosso tão aguardado ano de 2013. O ano pré-COPA. Em todo o Brasil, com todos os coletivos culturais com que dialogo, já em janeiro há uma ferveção, um marketing e um incentivo de mercado artístico feroz na construção de um perfil diverso de artistas, mostras e pesquisas culturais. A CASA DO PARQUE insiste neste fomento. As artes como ferramenta de educação para um povo sem lazer cultural e que tem nas festas etílicas e no exorcismo religioso suas duas opções culturais vigentes. Ou enche a cara ou a alma em busca de um mundo melhor. 
Em plena terça-feira os convidados encheram a CASA DO PARQUE em busca de aprimoramento de linguagem, melhoria cultural e expansão do mercado artístico. O artista plástico JOÃO SEBASTIÃO, a artista e gestora cultural LARISSA FREIRE, o make up artist MARIUZAN, entre outros profissionais desta luta por gostos melhores no Mato Grosso, conferiram as obras expostas com preços super acessíveis. Vá tomar um café no Bistrô da Casa, conferir o almoço de apenas 42 reais com três cursos e mostrar a seus filhos a colheita de algodão nas pinceladas de Benedito Silva. E que montanha é aquela atrás do homem na rede? Olha aqui esta pintura: que frutas são essas atrás dos lenhadores? 
Faça pela sua família o que a Casa do Parque fomenta nesta população, pouco a pouco, a longo,  longo, longo prazo. Como toda a boa educação.
A exposição de BENEDITO SILVA segue na CASA DO PARQUE até 29 de fevereiro. www.acasadoparque.com.br/

MIGUEL PENHA, ARTISTA PLÁSTICO
“Eu não o conhecia, achei bastante forte o tema, o registro de plantações atuais como a do algodão. Gostei muito.”

VERA CAPILÉ, CANTORA E COMPOSITORA
“Essas cores e o movimento das figuras são lindos. São pinturas dançantes!”

HELENINHA BOTELHO, ARTISTA PLÁSTICA E MARCHAND
“Sou fã de Benedito Silva, praticamente o lancei no mercado artístico, gosto desta exposição e agradeço à FLÁVIA SALÉM, da Casa do Parque, pelo bom gosto em convidá-lo apresentando Benedito para novos admiradores.”

THEREZA PIRAJÁ, ARQUITETA E DECORADORA 
“Eu conhecia algumas obras e acho esta seleção muito bonita, gosto dele porque ele é minucioso. É uma pintura tranquila, consegue lidar com leveza nas peças. Passa tranquilidade para o ambiente.”

http://feeds.feedburner.com/blogdasandracarvalho
0 0 votes
Article Rating
Se inscrever
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments