Wilson Fuá escreve em seu BLOG
Hoje, o grande problema em questão é que a maioria das pessoas que finalmente conseguem estar num plano de conhecimento especial, acabam achando que são seres superiores e por essa razão não devem se “misturar”. A grande sacada é perguntar para você mesmo, de que vale tanta sabedoria se não abrirmos o nosso poder de simplicidade para passar à frente a quem precisa?

Queremos que os milagres aconteçam só para nós, e o pior é acharmos que eles vão acontecer sem acreditarmos neles e Nele. E quando esses milagres desejados não vêem, estamos sempre com um dedo apontado para a “cara” dos outros, tentando colocar a culpa das nossas imperfeições e egoísmos nos outros.

Um rico político chegou em uma Lancha a beira do Lago do Manso, e parou próximo a um pobre pescador ribeirinho das áreas alagadas, e vendo que a cada linhada de anzol jogada nas águas, saia uma piraputanga, pintados, pacu, ou um belo dourado e ao som das maritacas e das araras, o pescador deliciava cada vez que olhava a sua volta, com os morros abraçando as águas do Lago, tudo muito lindo, águas sem agrotóxicos, sem esgoto. A pescaria rendia e de peixe em peixe, estava garantido sua subsistência.
Em seguida o político rico esbanjando luxo, perguntou com arrogância ao pescador.


Leia texto completo acessando a página ARTIGOS.

http://feeds.feedburner.com/blogdasandracarvalho
0 0 vote
Article Rating
Se inscrever
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments