A lista com os desmatadores ilegais foi divulgada pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e mostra que 3.399 hectares tiveram o devastação comprovada este ano e no ano passado. Vinte proprietários de terra estão no rol, sendo que 3 são de Nova Ubiratã (502 km ao norte de Cuiabá). Eles são responsáveis por 40% do total e, juntos, desmataram 1.372 hectares. O relatório foi encaminhado para o Banco Central e Ministério Público para que os proprietários sejam penalizados no âmbito administrativo, com o bloqueio ou redução de financiamentos, e judicial, pelo crime ambiental.

Nas fazendas, os fiscais constataram que havia desmatamento ilegal em áreas passíveis, ou seja, aquele percentual onde é permitido o desmate mais precisa haver uma autorização do órgão ambiental estadual ou federal. Também foi encontrada a devastação de reserva legal.
Todos produtores foram autuados e tiveram a área embargada. Os que conseguiram o Cadastramento Ambiental Rural (CAR), primeira fase da regularização ambiental para a obtenção do Licenciamento Ambiental, tiveram o benefício suspenso.
As demais propriedades listadas são de Santa Carmem, Boa Esperança do Norte, Feliz Natal, Vera, Ipiranga do Norte, Tapurah, Nova Ubiratã e Lucas do Rio Verde.
A divulgação das propriedades rurais tem previsão legal no artigo 149, do Decreto Federal nº 6.514, de 2008, que determina aos órgãos ambientais integrantes do Sistema Nacional do Meio Ambiente Sisnama, obrigação de dar, trimestralmente, publicidade das sanções administrativas aplicadas.
A lista completa pode ser conferida no site www.sema.mt.gov.br. (Gazeta Digital)
http://feeds.feedburner.com/blogdasandracarvalho
0 0 vote
Article Rating
Se inscrever
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments